abril 19, 2006

"As chaves de casa"

(La chiavi di casa, 2004 - Gianni Amelio)

Pai encontra filho pela primeira vez quinze anos depois de um parto complicado do qual a mãe saiu sem vida e o garoto com problemas psíquicos e físicos. Parece um filme perfeito para arrancar lágrimas? Mas ainda bem que não é. "As chaves de casa" emociona muito mais pela maneira natural com que a história dos dois vai sendo construída, sem cobranças por parte de um, sem fantasias por parte do outro. Uma relação que vai-se mostrando promissora, mas nem por isso tranqüila e harmoniosa. Com boas atuações - inclusive da coadjuvante e sempre ótima Charlotte Rampling - e um roteiro honesto no que diz respeito à criação dos laços afetivos entre os protagonistas, Amelio nos entrega uma obra tocante e - acima de tudo - séria.

3 comentários:

Felipe Fonseca disse...

Olá Demas! Simplesmente adorei o blog, voltarei aqui sempre, mesmo tendo discordado com alguns "sono" e "cara de paisagem" que você deu. Na parede do meu quarto faço listas como a sua, com cotações parecidas, embora pense de modo diferente de você em relação a algumas obras. Mas, enfim, seu blog é fantástico, anotei alguns filmes para ver nesse feriado a partir da sua lista, rs. Abraços.

teco apple disse...

Me indicaram já este filme, mas como eu moro num lugar onde as coisas demoram para chegar, eu dependo da vontade dos outros; Se passar por aqui, assisto. A anotação está feita em dose dupla!

Demas disse...

Felipe, muito obrigado pela visita e pelo incentivo. Volte sempre mesmo. Quanto às discrepâncias entre as cotações (minhas e suas), é bacana que seja assim: a diferença estimula as discussões. Solte o verbo quando quiser. Abração. PS: Só uma curiosidade, como foi que você chegou aqui?

Teco, não deixe de ver mesmo. Abração.