janeiro 28, 2007

"Eu, você e todos nós"

(Me and you and everyone you know, 2005 - Miranda July)
"Eu, você e todos nós" parece ser mais uma película que bebeu da fonte de "Short cuts" do Altman para contar uma história de pequenos dramas humanos que se entrelaçam. Tem uma artista plástica frustada (que vive como motorista de táxi para idosos) que se apaixona por um vendedor de sapatos (recém-separado) que vive com os dois filhos menores que estão sempre plugados na internet e nas suas (perigosas) salas de bate-papo. Essas e outras histórias vão formando um imenso (e intenso) emaranhado de sentimentos onde a solidão dá a tônica. O filme - que é o longa de estréia da diretora - me surpreendeu e deixou a impressão de que Miranda July tem cacife para nos brindar com outras boas surpresas.

4 comentários:

Eduardo Miranda disse...

Demas, seu texto me estimulou a ver o filme. Estou com ele em dvd há um tempão e ainda não parei para assisti-lo.

Um abraço!
Eduardo

Harry_Madox disse...

magnífico filme. vai em primeiro na minha votação para o Alfred.

teco apple disse...

Adoro esse filme... apesar de muita gente ODIAR. Miranda July tem um futuro promissor... e tenho dito;

Demas disse...

Pois veja, Eduardo, e me conte o que achou depois. Como o Teco disse mais abaixo, muito gente odiou o filme, e eu não entendi porquê.
Abração

Harry,
não ficou entre os meus 5 filmesdo ano para o Alfred, mas eu gosto muito.
Abração

Teco,
não entendi o motivo do ódio por esse filme. Antes de vê-lo, uma amiga tentou dissuadir-me de pegar a sessão. Entrei na sala com um pé meio atrás. Saí encantado.
Abração