março 09, 2006

3 filmes

O tempo está escasso, inclusive para ver filmes. Imagina para atualizar o blog! Abaixo, algumas considerações sobre os 3 a que assisti nas últimas 2 semanas.

"Adeus minha concubina"
(Ba wang bie ji, 1993 – Chen Kaige)
O que mudou de fato na China que abandonou a monarquia para abraçar o comunismo? Ao acompanhar a trajetória de dois grandes amigos que - sem família - passam a ser treinados desde garotos para integrarem a grande Ópera de Pequim, o filme vai retratando as mazelas que as transformações políticas vão infligindo ao povo chinês. Elenco impecável.

.

"Quando as metralhadoras cospem"
(Bugsy Malone, 1976 - Alan Parker)
Imagina um filme de gângster onde todo o elenco é formado por crianças e as armas - ao invés de balas - cospem doces e tortas. Esse musical - o primeiro longa de Parker - é delicioso de assistir. E ainda traz a menina Jodie Foster no elenco.

.

"Apenas um beijo" (Ae fond kiss..., 2004 - Ken Loach)
Uma história de amor inter-racial contada de maneira encantadora e sem maniqueísmo. Ela é uma irlandesa católica e ele um paquistanês muçulmano. A separá-los, as intransigências da fé respaldadas por família e empregos. O final é maravilhoso.

14 comentários:

Carecone disse...

Pô cara, estivestes lá no meu blog e eu nem para retribuir a gentileza!
Ando meio durango com o meu e com o alheio.

Sobre este post, bom, só assisti ao da Jodie Foster, lembro que adorei!

Sobre o Oliver Twist, recomendo você comprar um HQ do mestre Will Eisner, criador do The Spirit, "Fagin, o judeu", confesso que curti mais que o filme!

Abraço.

Carecone disse...

Ah, não sei como você me achou, mas se não foi através do blog do Setaro, fica a dica, já que vocês são maníacos por cinema!
http://www.setarosblog.blogspot.com/

Demas disse...

Pablo, valeu pela visita e pelas dicas. Abração.

Davi disse...

"Quando as metralhadoras cospem" = cara, eu assisti esse filme umas trocentas vezes na Globo e não sabia o nome. É um clássico, sensacional! valeu a lembrança.

ps: o setaro, q o carecones citou, é MESTRE e referência!

abração Ícaro,

ps: tou colocando sobre Mach Point hoje.

Iris disse...

"Adeus minha concubina" assisti 3 da madrugada na ban , já faz uns 3 anos. O filme me pegou.
abraços

Demas disse...

Davi e Iris, é sempre bom tê-los por aqui. Davi, nunca tinha visto "Bugsy Malone" na Globo. Aliás, em lugar algum. Vou lá no Setaro depois. Iris, vi o filme pela segunda vez agora. E gostei mais. Abração.

Antonio disse...

Adoro 'Bugsy Malone'. Um filme encantador.

Wallace Andrioli Guedes disse...

Estou com "Adeus, Minha Concubina" e "Bugsy Malone" aqui em casa em dvd pra assistir (comprei por 10 reais cada um), mas ainda não assisti. O do Ken Loach não passou aqui em JF.
Escrevi sobre Brokeback Mountain lá no blog. Dá uma olhada lá.

Demas disse...

Antonio, "Bugsy Malone" é bacana mesmo. Abração.

Wallace, o link não leva para o seu blog. Por isso não passei por lá. Abração.

Michel Simões disse...

O filme do Loach é bárbaro, um dos 10 melhores que chegaram por aqui no ano passado!

Ícaro disse...

Gostei muito também, Michel. Mas muita gente achou mediano, com clichês demais. Eles existem, é fato, mas são trabalhados de uma forma envolvente, encantadora. Abração.

Davi & Iris disse...

olá, tá sumido...
bjus
iris

Gabriel Carneiro disse...

Gosto do filme de Loach, mas sou dos que acham-no apenas mediano. Mas não vejo tantos clichês, só não me empolguei.

Ícaro disse...

Iris, como disse acima, o tempo está curto. Mas estou por aqui mesmo. Se não posto, passo sempre para ver os comentários. Beijo.

Gabriel, o filme do Loach conseguiu me envolver. E isso é quesito improtantíssimo para eu amar ou odiar um filme. Abração.