agosto 28, 2006

"Pergunte ao pó"

(Ask the dust, 2006 - Robert Towne)
Salma Hayek já havia me ganhado em "Frida", mas Collin Farell ainda não tinha me mostrado a que viera. Nesse filme, baseado no romance de John Fante, o moço surpreende ao fazer um escritor pobretão, em início de carreira, que tenta a sorte na Los Angeles do anos 30. A crise econômica que assola os Estados Unidos parece ter atingido também sua criatividade. Vivendo num quarto de hotel barato, a inspiração só se manifesta depois que ele conhece uma linda garçonete mexicana. Temos então dois personagens marginais que se unem, cada um buscando sua própria verdade, enfrentando medos, preconceitos, desconfianças para construir uma história, algo que seja mais do que papel e tinta. Algumas situações são óbvias, mas o resultado é bacana.

4 comentários:

Fezoca disse...

eu tenho um livro do John Fante, que nunca consegui terminar de ler. Acho que eh The Road to Los Angeles, ou algo assim. Como eu detesto o Colin Farrel, nao vou ver esse filme... [que chata!].

beijos, :-)

Demas disse...

Fer,
como eu disse no breve comentário sobre o filme, o moço me surpreendeu quase o tempo todo: só no finalzinho é que eu achei que ele não conseguiu trabalhar a emoção como o instante pedia. Ficou caricato.Mas tá valendo ;)
Beijo.

Antonio Santos disse...

A Salma Hayek até hoje não me convenceu. Não vi Pergunte ao Pó, mas acho Frida um filme fraquinho (a única coisa excepcional é a direção de arte).

Abraço

Demas disse...

A Salma me ganhou em "Frida" e não fez feio aqui. Adoro a trilha de "Frida" também.
Abração.