agosto 08, 2006

"Zuzu Angel"

(Zuzu Angel, 2006 - Sérgio Rezende)
A história de uma mãe que enfrenta os militares no Brasil em busca do filho morto já dá um argumento e tanto. Mas o despertar dessa mulher para a realidade que fustigava o país não é menos interessante. De costureira e estilista famosa (com carreira internacional), ela transforma-se numa guerreira disposta a expor à luz o que escondem na escuridão dos porões da ditadura. Gostei das atuações de Patrícia Pillar e Daniel de Oliveira. E "Zuzu Angel" tem - pelo menos - duas cenas memoráveis: uma em que a estilista surge de luto na passarela de um desfile exibindo a foto do filho desaparecido; outra em que ela procura um sapateiro para fazer um desabafo (o desfecho desse encontro é a prova de que uma imagem fala mais que muitas palavras). Detonaram muito a participação da Luana Piovanni no filme. Discordo. Talvez esperassem muito dela, afinal encarnar a Elke Maravilha é o sonho de muita atriz. Mas o roteiro não dá tanto destaque à personagem não. Desnecessário dizer que acompanhar os créditos ao som de "Angélica" - que Chico Buarque compôs para a protagonista - é outro momento emocionante.

8 comentários:

Davi & Iris disse...

sorrisos de Demas... hum, acho que merece ser visto.


abraços e voltamos a escrever
Iris

persefone disse...

desde que eu soube na história da zuzu - e da música do chico, ela me doeu. tenho "uma meda" de ver esse filme. a injustiça, a tortura, a mediocridade disfarçada de autoridade... tudo isso me machuca. e a perda de um filho dessa forma, o sofrimento da mãe... bom vc me conhece. acho que não vai dar pra ver. talvez quando eu crescer...

bj, lindo!

Bruno Amato Reame disse...

Ainda não criei coragem pra ver esse filme - mas por razões diferentes da persefone. Sergio Rezende acho dureza de aguentar...

Demas disse...

Iris,
é sempre bom tê-la por aqui. Ando meio sem tempo, mas assim que pintar algum, passo por lá.
Beijo.

Perséfone,
eu entendo você. Se quiser, conversamos depois sobre o filme.
Beijo.

Bruno,
não tenho problemas com o Rezende não, ;)
Abração.

Wallace Andrioli Guedes disse...

Acho Zuzu Angel bem fraco. Poucas coisas são realmente boas no filme. Uma pena. Também postei sobre ele lá no blog, dá uma olhada lá.

Demas disse...

Wallece,
sem dúvida, com história dessas, daria para o Rezende ter feito um filme bem melhor. Mas não o acho tão ruim não.
Abração.

Janaina Staciarini disse...

Demas, ainda não vi Zuzu. Quero ver em casa, para poder me debulhar em lágrias sossegada...

Demas disse...

Janaína,
já tinha tomado conhecimento da história da Zuzu no "Linha Direta Justiça". Ainda assim, o filme emociona. E os modelitos da estilista são show: a mulherada sai do cinema comentando. Parede que ainda está em cartaz na cidade. Vai chorar no cinema mesmo, boba ;)
Beijo.