agosto 16, 2006

"Promessas de um novo mundo"

(Promises, 2001 - Justine Arlin, Carlos Bolado e B.Z. Goldberg)
7 crianças, 7 ódios, 7 vidas distintas, 7 possibilidades, 1 encontro e 1 milhão de chances para a paz. "Promessa de um novo mundo" é um brilhante documentário sobre os conflitos entre palestinos e israelenses a partir do ponto de vista mirim. Os garotos repetem o discurso dos pais, cheio de rancor e desejos de vingança. Até que o diretor B.Z. propõe um encontro entre eles num campo de refugiados palestinos. Uns aceitam, outros não. O encontro é o grande momento do filme, um inusitado aceno para a paz, quando os meninos são apenas o que são: crianças brincando, lanchando, jogando futebol, sorrindo, falando, chorando... Seja pelo que revelam ou pelo que escondem, todas as cenas desse encontro são absurdamente tocantes. A da despedida, então... Já no finalzinho do filme, noutra seqüência forte, o diretor conversa com os garotos 2 anos depois: uns sonham com o reencontro; outros já perderam toda a esperança de paz e alguns estão ainda mais radicais. Quando subiram os créditos, eu já não conseguia ler nada.

15 comentários:

Fezoca disse...

esse documentario passou na PBS, a teve publica daqui, ha uns anos. foi muito comentado, mas eu nunca vi, porque meus habitos televisivos sao esporadicos e bem infrequentes. esse eh o momento ideal para rever esse filme, nao? beijao! :-)

Bruno Amato Reame disse...

Taí um filme que preciso ver - ainda mais com a guerra no Líbano e tudo mais.

Demas disse...

Fer,
veja! Pegue numa locadora ou fique atenta ao dia e horário na PBS. Vale muito a pena. É um filme doído, sofrido... mas absurdamente belo e necessário.
Beijo.

Bruno,
veja o quanto antes. Garanto que vai se arrepender de tê-lo assistido antes ;)
Abração.

Eduardo Miranda disse...

Oi Demas, quero muito assistir a "Promessas de um novo mundo". Já passou na TV a cabo, mas nunca consegui ver.

Quanto ao filme do Ozon, vale a pena assistir. Tomara que chegue aí logo. Não é o melhor não. Minha predileção continua sendo "Sob a areia". Mas acho que todos os filmes do Ozon merecem ser apreciados.

Um abraço! Eduardo Miranda

teco apple disse...

sempre quis assistir esse filme, mas nunca achei algum lugar para isso;

Eduardo Miranda disse...

Estreou o outro filme do Ozon, aqui no Rio: "O tempo que resta". Ainda não assisti. Abraço!

Wallace Andrioli Guedes disse...

Promessas de Um Mundo Novo eu tinha em VHS aqui em casa, daí exibi pro pessoal lá da faculdade e doei o filme pro centro acadêmico de História, do qual faço parte. Mas acabou que não assisti direito. Preciso ver.
Postei no blog sobre Miami Vice, dá uma olhada lá ...

Roberto Queiroz disse...

Não sei se você assistiu Criança Invisíveis (uma seleção de vinte curtas dirigidos por diretores famosos, como Ridley Scott, John Woo, Spike Lee, Kátia Lund, entre outras feras). Caso não tenha visto, dê uma boa olhada, pois acredito que trabalhe com a mesma temática de Promessas do Novo Mundo. Crianças também é um filme de "promessas" não cumpridas. Abraços do crítico da caverna cinematográfica.

Demas disse...

Eduardo,
veja sim. "Promessas" vale a pena. Por aqui, nada do Ozon ainda. ;)
Abração.

Teco,
se vira ;) mas encontre esse filme. Você vai entender porque eu estou dizendo isso.
Abração.

Wallace,
corre lá no CA e veja direito hoje mesmo. ;)
Abração

Roberto,
"Crianças invisíveis" não passou aqui. Mas já anotei para vê-lo em dvd.
Abração.

Stephanie Dias-Itabuna-Bahia disse...

O documentário promessas de um novo mundo tem como objetivo descobrir o que as crianças judias e palestinas pensam e sentem em relação ao local em que vivem __Em Jerusalém em pleno campo de refugiados. O objetivo maior é poder conhecer e saber melhor qual é a visão das crianças entrevistadas em relação as outras que estão tão distantes delas e marcadas pelo ódio e por conflitos que vem de geração após geração em ambas.
Além de relatar opiniões e críticas dessas crianças,este documentário relata as dificuldades que cada uma delas passam com suas famílias e seus amigos.Temos como exemplo,a coragem e a espontaneidade que tiveram em revelar o mundo em que vivem e expor situações que desde cedo tem que compreender__os amigos sendo mortos durante ataques terroristas(dos radicais Árabes, do exercito Israelense, dos atentados a bomba dentro de ônibus quando vão para a escola e a falta de alguns familiares).Estas e outras crianças tem que conviver diariamente com essas situações terríveis, mas mesmo assim elas tem um sonho que ninguém ira tirar delas enquanto viverem.

Demas disse...

Stephanie,
seja muito bem-vinda.
Peço desculpas pelo blog estar tão desatualizado, mas não tenho encontrado tempo para escrever... mesmo. Tenho feito planos há semanas de retomá-lo, mas ainda não deu. Mas eu volto.
O filme é muito especial mesmo.
Não me canso de vê-lo.
Obrigado pela visita.
Venha sempre que quiser.
Abração.

Anônimo disse...

Eu vi esse filme só no começo desse ano na minha escola, mas infelizmente a rpofessora não passou inteiroo =/
mas eu adorei oq eu vi, e vou alugar daqui o quanto antes pra ver o resto. eu parei nos dois anos depoiss.. mtaa curiosidade!
Filme mto bomm.. qndo vc se vee, num dá mais vontade ainda de melhora o mundoo??
pra mim deu ! =D

bjos;

Demas disse...

Eu adoro esse filme. E é isso mesmo: emociona e faz pensar muito. Veja logo.
Abração

mario lucio disse...

lucio. assisti o filme e fiquei incomodado com a mensagem de esperança e determinação. procurei no comercio, encontrei em Botafogo, mais para surpresa minha tinha uma cópia no acervo da biblioteca da empresa em que trabalho a minha disposição, fiquei feliz e programo assísti-lo algumas vezes com alunos das escolas da baixada fluminense.

Demas disse...

Mario Lucio,
esse filme é fabuloso, seja pela mensagem de esperança (que você mencionou) ou pela lição de tolerância que as sete crianças nos passam. E tolerância e respeito são os sentimentos de que o mundo tem precisado mais. Grande abraço e sucesso com a exibição de "Promessas..." para seus alunos. =o)