janeiro 04, 2006

"Casa vazia"

(Bin-jip, 2004 - Kim Ki-Duk)
Casa vazia. Vida vazia. Peito vazio. Tudo no filme de Ki-Duk parece pedir ocupação. Como se um lar sem ninguém não fosse morada. Como se a existência nula fosse quase-morte. Como se a ausência de amor fosse uma dor só. A cada quadro, esperamos pelo momento do encontro: o dono da casa que vai voltar, uma pessoa que vá surpreender, o marido que vai descobrir, o amor que vai preencher e acompanhar. É surpreendente como os protagonistas conseguem fazer transbordar tanto sentimento sem dizer uma palavra sequer durante todo o filme... Talvez seja por isso que eu esteja com essa dificuldade para me expressar. Melhor não falar nada mais.

14 comentários:

Ailton disse...

esse eu devo assistir em breve. Ainda não estreou por aqui.

Gabriel Carneiro disse...

Espero que esse novo endereço emplaque, já mudei o link. Boa sorte.
Quanto ao filme, gosto bastante. Mas se tratando da filmografia de Kim Ki-duk prefio Primavera, Verão, Outono, Inverno e... Primavera.
Abraços.

Ícaro disse...

Ailton, não perca - de jeito nenhum - quando chegar por aí. E prepare-se para fortes emoções. Abração.

Gabriel, também gosto muito de "Primavera...", mas o caráter - digamos assim - mais intimista desse "Casa Vazia" me arrebatou. Abração.

daewoo disse...

nossa que coisa narcisista de colocar o nome nas cotações, hauhauhau.

e esse filme é o melhor do ano, simplesmente. obraprima!

Ícaro disse...

Daewoo, é bem o espírito do mitológico Ícaro, hehehehe. Abração.

iris disse...

interessante e objetivo seu blog! me animei pra ver filme por conta do post.
abraços

Demas disse...

Bacana, Iris. Acho que o grande barato da blogosfera é justamente abrir esse universo de possibilidades cinematográficas através do post de um, do comentário do outro. Seja bem-vinda. Volte sempre. Abração.

Wallace Andrioli Guedes disse...

Bem legal seu blog. Já linkei. Quanto ao Casa Vazia, não estreou na minha cidade.
Ah, postei sobre Se Eu Fosse Você lá no blog. Se possível, passe por lá.

Marcos Aurélio Felipe disse...

quero ser aquele macaco, pra pegar aquela gostosona do post abaixo em uma casa vazia...

Casa Vazia - penso nesse filme desde quando li sobre ele... (acho a idéia fabulosa - viva o cinema asiático). Mas acho que só em DVD mesmo!

Demas disse...

Wallace, seja bem-vindo. Não deixe de ver "Casa vazia" quando chegar à sua cidade. Abraço.

Marcos, que bom revê-lo. A idéia de "Casa vazia" é fabulosa mesmo. Veja em dvd, mas veja! Abração.

nuno disse...

curioso esse título de casa vazia... pq n optaram por "ferro 3"? este é o meu filme de 2004! n me canso de o ver. um abraço

Demas disse...

Nuno, essa história dos títulos não-originais são um capítulo interessante (pra dizer o mínimo). Até que para esse filme não ficou dos piores não. Prazer em recebê-lo aqui. Volte mais. Abração.

Francis Vogner dos Reis disse...

cara, não curti nada esse filme. Digo "nada"

Demas disse...

Mesmo, Francis? Eu achei "o" filme. Mas tudo bem, como disse num outro comentário, as diferenças são muito bem-vindas por aqui. Abração.